Fechar [x]
PT | EN

Nossa Gente

Atração e engajamento

Em um mercado altamente competitivo, os talentos humanos são um fator de diferenciação. Por isso, temos diversas frentes de trabalho para atrair, engajar e desenvolver nossos associados. Em 2017, as ações de destaque foram: Programa de Coaching e Mentoring; Programa de Desenvolvimento Executivo; treinamento em canais de distribuição; participação no Programa Líderes que Ensinam; promoção para funções de maior complexidade; e benchmark internacional em empresas de alto desempenho no setor de tecnologia.

 

Em 2017 lançamos o Processo de Avaliação de Performance (PAP), que abrange:

 

Avaliação 360° – sobre competências colaborativas, com superior, pares, subordinados e autoavaliação;

 

 

Avaliação de performance – análises sobre competência técnica, capacidade de execução, aspiração do profissional avaliado e acompanhamento anual;

 

Comitê de Calibragem – avalia, analisa e equilibra as percepções de performance de um grupo de pessoas de um mesmo nível de complexidade;

 

Devolutiva – etapa de feedback com gestor e de análise do relatório de calibragem e sugestão de plano de ação;

 

 

Execução do Plano de Desenvolvimento Individual.

 

 

Essas e outras práticas impactam diretamente a rotatividade, indicador que caracteriza o fluxo de admissões, demissões e remanejamentos, e demonstra a capacidade de atrair e manter colaboradores engajados. Em 2017, a rotatividade apresentou ligeira queda em relação a 2016, de 40% para 39%. Na análise etária, o maior percentual foi registrado entre associados com até 30 anos de idade (25%). Na divisão por região, o Sudeste apresentou a maior taxa (31%). Veja mais nos “Complementos dos indicadores GRI”.

Em 2017, cada associado recebeu em média 52 horas de treinamento.

 

 

 

29