Fechar [x]
PT | EN

Edição 2017

Sobre o relatório

Apresentamos o Relatório de Sustentabilidade de 2017, com informações sobre o grupo Algar, seus negócios, governança, estratégia e desempenho. Este documento foi elaborado com base nas diretrizes da organização Global Reporting Initiative (GRI) pelo sétimo ano consecutivo – de acordo com os “Standards GRI”, opção de relato “essencial” – metodologia que confere relevância, transparência e comparabilidade ao relato.

O conteúdo abrange o desempenho das oito empresas controladas pelo grupo Algar: no setor de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), a Algar Telecom e Algar Tech; no segmento agrícola (denominado Agro), a Algar Agro e a Algar Farming; em Serviços, a Algar Segurança e a Comtec; em Turismo, a Rio Quente Resorts; e em inovação a Algar Ventures, responsável pela aceleração da Alsol Energias Renováveis. As informações são relativas ao intervalo entre 1º de janeiro e 31 de dezembro de 2017. Para a Algar Segurança, foram considerados os dados até novembro de 2017, mês de sua alienação para a controladora Árvore S/A Empreendimentos e Participações. Quando aplicável, os indicadores são apresentados com referência histórica de dois anos anteriores, para propiciar a comparação dos resultados entre diferentes períodos.

As informações financeiras apresentadas seguem as normas internacionais de contabilidade International Financial Reporting Standards (IFRS) e foram auditadas pela E&Y. Os indicadores de desempenho socioambiental foram apurados e validados internamente e não foram submetidos à verificação externa.

O relatório está disponível no site do grupo Algar, onde também disponibilizamos uma seção de avaliação. Incentivamos que os leitores nos enviem sugestões, críticas e considerações sobre o conteúdo e o formato do relatório.

Para mais informações sobre esta publicação, por favor, entre em contato com:

Luciana Ferreira Neves Vasconcelos, Vice-Presidência Corporativa de Finanças

 

luciana.vasconcelos@algar.com.br | Tel.: 55 34 3218-3008
Rua Lapa do Lobo, 800 – Granja Marileusa – CEP 38.406-644 – Uberlândia, MG

 

Como foram escolhidos os temas do relatório?

GRI 102-46  103-1  102-48  102-49  102-40  102-42  102-43  102-44

Queremos que este relatório seja relevante para nossos públicos estratégicos. Por isso, convidamos esses públicos a nos ajudar a definir quais seriam os temas abordados na publicação. Por meio de um questionário on-line, consultamos em 2014 a opinião de associados, clientes e fornecedores sobre quais questões mais impactam o nosso negócio e a nossa relação com a sociedade e o meio ambiente. Internamente, realizamos a mesma avaliação a partir da alta gestão da Empresa. Todos tiveram de selecionar entre 46 temas aqueles que consideravam mais relevantes. Os resultados estão representados graficamente na matriz de relevância.

 

Matriz de relevância

GRI 102-47

Os números que aparecem juntos aos ícones fazem referência aos temas disponibilizados no questionário de consulta. No quadrante superior direito, estão os dez temas mais relevantes na visão da Empresa e de seus públicos estratégicos e que, portanto, foram priorizados para inclusão neste relatório. Além desses dez temas prioritários, o grupo Algar irá apresentar outros 34 tópicos de conteúdo padrão da GRI, além de informações sobre a forma de gestão dos indicadores.

 

 

TEMAS ECONÔMICOS 
1. Desempenho econômico

2. Presença no mercado
3. Impactos econômicos indiretos
4. Práticas de compras 

 

TEMAS AMBIENTAIS

5. Uso de materiais e reciclagem
6. Consumo de energia
7. Recursos hídricos e reuso de água
8. Gestão e impacto na biodiversidade
9. Emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE)
10. Controle de efluentes e resíduos
11. Impacto ambiental no uso dos produtos e embalagens
12. Conformidade com leis e regulamentos e canais de relacionamento
13. Impactos ambientais significativos do transporte
14. Investimentos e gastos ambientais
15. Avaliação ambiental de fornecedores
16.  Mecanismos de queixas e reclamações relacionadas a impactos ambientais

TEMAS SOCIAIS
17. Emprego
18. Relações trabalhistas
19. Saúde e segurança no trabalho
20. Treinamento e educação
21. Diversidade e igualdade de oportunidades
22. Igualdade de remuneração entre homens e mulheres
23. Avaliação de fornecedores em práticas trabalhistas
24. Mecanismos de queixas e reclamações relacionadas a práticas trabalhistas
25. Investimentos
26. Não discriminação
27. Liberdade de associação e negociação coletiva
28. Trabalho infantil
29. Trabalho forçado ou análogo ao escravo
30. Práticas de segurança
31. Direitos indígenas
32. Avaliação sobre os direitos humanos na organização
33. Avaliação de fornecedores em direitos humanos
34. Mecanismos de queixas e reclamações relacionadas a direitos humanos
35. Comunidades locais
36. Combate à corrupção
37. Posicionamento da organização em relação às políticas públicas
38. Concorrência desleal
39. Conformidade com leis e regulamentos
40. Avaliação de fornecedores em impactos na sociedade
41. Mecanismos de queixas e reclamações relacionadas aos impactos na sociedade
42. Saúde e segurança dos clientes no uso de seus produtos
43. Rotulagem de produtos e serviços
44. Comunicação de marketing
45. Privacidade dos clientes
46. Conformidade com leis e regulamentos sobre produtos e serviços

 

29